FOTO = LUZ | BIO = VIDA
MODULAÇÃO = REGULAÇÃO

 

Fotobiomodulação é o efeito da luz sobre o metabolismo celular.

A luz é absorvida por estruturas proteicas presentes na membrana da mitocôndria e, dependendo de dose e protocolos de irradiação,  leva a um estado de homeostase (equilíbrio) através do estímulo ou inibição dos processos celulares.

O benefícios da FBM englobam todos os tecidos biológicos, portanto é um recurso terapêutico multidisciplinar.

Profissionais de todas as áreas da saúde podem se capacitar e oferecer tratamentos eficazes, modernos e que melhoram a qualidade de vida dos seus pacientes.

A resistência bacteriana devido ao uso indiscriminado de antibióticos é extremamente preocupante e segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), se não houverem medidas para conter seu avanço, as previsões são apocalípticas.

Atualmente existe uma nova abordagem para o controle de infecções: A terapia fotodinâmica (Photodynamic Therapy – PDT).

A PDT consiste na aplicação de um agente fotossensível que será ativado com o laser de baixa intensidade e, na presença de oxigênio, essa associação produz espécies reativas de oxigênio que levam à destruição de microrganismos.

Essa técnica foi inicialmente desenvolvida para tratamento de tumores e hoje tem indicação para uso antimicrobiano sobre bactérias, vírus e fungos.

Na odontologia, a PDT antimicrobiana é utilizada como tratamento ou um recurso complementar em várias situações como por exemplo: tratamento de herpes, pericoronarite, quelite angular, adjunto de tratamento endodôntico, desinfecção de lesões periodontais, peri implantite e também pode ser utilizada sempre que houver a necessidade de controle microbiano.

O grande diferencial do PDT é a não indução à resistência bacteriana, inclusive pode ser repetidas várias vezes.

.

O LASER previne o envelhecimento precoce, melhora a saúde sistêmica e a performance esportiva.

A técnica ILIB (do inglês: Intravascular Laser Irradiation of Blood) consiste na irradiação do sangue com o laser de baixa intensidade.

Essa técnica existe há 30 anos e inicialmente era realizada com fibras ópticas inseridas dentro dos vasos. Atualmente, devido ao avanço da tecnologia dos aparelhos de laser, é possível realizar a aplicação transcutânea, o que gera conforto para o paciente.

A ILIB reequilibra o sistema antioxidante fisiológico, aumenta a flexibilidade das hemácias, ativa o sistema imunológico, fluidifica o sangue e consequentemente há uma melhor oxigenação tecidual.

Recentemente a ILIB tem chamado a atenção devido aos resultados muito positivos de pesquisas científicas no controle da diabetes, depressão, das doenças cardiovasculares, neurodegenerativas e imunológicas.

 

Existem também, artigos científicos que demonstram aumento da performance de atletas devido a melhor oxigenação e recuperação muscular.

O laser, através do processo da fotobiomodulação (FBM), desencadeia eventos no metabolismo intracelular que irão beneficiar a saúde sistêmica.

A interação LASER-célula promove reações bioquímicas que levam ao reequilíbrio respiratório e energético (produção de ATP) da célula.

O melhor aporte de oxigênio e energia resulta no restabelecimento da SAÚDE CELULAR! 

E, como efeito cascata, os tecidos, órgãos e sistema se tornam saudáveis!

Para obter os melhores resultados com as terapias biofotônicas é necessário ter uma estratégia de tratamento adequada.

Existem vários parâmetros como dose, energia, potência, radiância comprimento de onda, protocolo de aplicação e muitos outros, que interferem diretamente nos resultados clínicos.

Ao compreender os princípios físicos que regem a interação laser-célula o profissional pode optar pelo melhor protocolo terapêutico, considerando as necessidades de cada caso.

A mucosite oral (MO) é um efeito colateral frequente nos pacientes submetidos à quimioterapia e radioterapia para o tratamento do câncer.

No exame clínico, observamos a presença de edema, eritema e úlceras que impedem a alimentação, permitem o acesso das bactérias orais para o sistema circulatório e, o mais grave, essas feridas comprometem o planejamento do tratamento oncológico.

A fotobiomodulação (FTBM) é um recurso eficaz tanto na prevenção como no tratamento da MO.

A FTBM atua em todas as fases da evolução da MO ao reduzir o processo inflamatório, promover um importante alívio da dor e acelerar a reparação tecidual.

A FTBM  tem uma grande importância na qualidade de vida do paciente durante o tratamento oncológico

Para o paciente a percepção de um pós operatório confortável é muito importante!

Esse cuidado diferencia o profissional que além da técnica cirúrgica, também se preocupa com o bem estar do paciente!

Saiba que o laser de baixa intensidade através do processo de fotobiomodulação (FBM), torna o pós operatório muito mais confortável para o paciente, inclusive reduzindo a necessidade de medicamentos.

Veja alguns benefícios que a FBM promove de uma forma muito segura e não invasiva:

  • Modula a inflamação

  • Promove analgesia

  • Agiliza reparação dos tecidos moles e ósseo

  • Estimula a vascularização local

  • Redução de edemas devido a melhora da drenagem linfática

  • Acelera a síntese de colágeno

 

OLASER é um importante aliado na regeneração do tecido Nervoso.

A parestesia facial ocorre quando há o comprometimento dos nervos sensoriais da região da face. Essa alteração pode ser transitória ou permanente dependendo da severidade da lesão.

Os sintomas da parestesia envolvem a sensação de estar sob efeito anestésico, formigamento, dormência, pressão e falta de sensibilidade da área afetada.

As causas da parestesia estão relacionadas com algum tipo de dano dos nervos periféricos sensoriais devido a anestesia, exodontias, fraturas, cirurgias de implante e cirurgia ortognática.

A fotobiomodulação, consiste no uso do laser de baixa intensidade, e possibilita uma abordagem não invasiva, que promove a reparação do nervo, estimula a inervação adjacente ou contralateral, melhora a atividade metabólica neural e aumenta a produção de mielina.

O LASER previne o envelhecimento precoce, melhora a saúde sistêmica e a performance esportiva.

A técnica ILIB (do inglês: Intravascular Laser Irradiation of Blood) consiste na irradiação do sangue com o laser de baixa intensidade.

Essa técnica existe há 30 anos e inicialmente era realizada com fibras ópticas inseridas dentro dos vasos. Atualmente, devido ao avanço da tecnologia dos aparelhos de laser, é possível realizar a aplicação transcutânea, o que gera conforto para o paciente.

A ILIB reequilibra o sistema antioxidante fisiológico, aumenta a flexibilidade das hemácias, ativa o sistema imunológico, fluidifica o sangue e consequentemente há uma melhor oxigenação tecidual.

Recentemente a ILIB tem chamado a atenção devido aos resultados muito positivos de pesquisas científicas no controle da diabetes, depressão, das doenças cardiovasculares, neurodegenerativas e imunológicas.

 

Existem também, artigos científicos que demonstram aumento da performance de atletas devido a melhor oxigenação e recuperação muscular.

Como o Laser torna o pós operatório mais confortável?

Como o LASER atua na parestesia facial?

Contato

Adoraria ouvir o que você tem a dizer!

Se preferir, escreva sua mensagem no campo abaixo: